Clima Localização Recursos hidricos Relevo Mapas Home
Estatísticas

  N° de Municípios: 184 (Litorâneos, área total de 15.000km²; Serranos, área total de 25.000km² e Sertanejos, área total de 100.000km². Distritos: 765. Mesorregião (n/): 7. Microrregião (n/): 33. Litoral: 573km (2,48% do total de km do litoral brasileiro).
  População - Habitantes (n°): 6.549.148 (Censo de 1991).
  Densidade: 43,5hab/km². Homens: 3.038.954 (48,53%). Mulheres: 3.269.392(51,47%). Rural: 34,65%. Urbana: 63,35%.
Coeficiente de Mortalidade Infantil: 75/1.000 nascidos vivos.
  Coeficiente de Mortalidade Materna: 150,7/100,000 menores de 1 ano.
  Taxa média de crescimento demográfico: 1,7% ao ano, no geral e 3,4% na Região Metropolitana de Fortaleza. Municípios mais populosos: Fortaleza - 1.958.660; Maracanaú - 206.306; Caucaia - 194.359; Juazeiro do Norte - 189.208; Sobral - 136.133.
  População da Região Metropolitana: 2.307.017 (1/3 da população do Estado, e uma área de apenas 2,4% do território estadual.
  Economia - PIB (1995) - US$ 10.045.147 mil. Crescimento do PIB: (1995) 5,02 em relação a 1994.
  Renda Per Capita: US$ 2.227.
  Orçamento estadual: (para 1997) R$ 4.075,7 bilhões.
  PIB agropecuária: 8,50% (1995).
  PIB da Indústria de Transformação: 24,53% (1994).
  PIB de serviços: 55,6% (1994).
  PIB do comércio: 9,42%.
  PEA (População Economicamente Ativa): 2.909.970 pessoas, 43,45% da população total (1994).
  População ocupada: 2.834.893.
  Pessoas com ocupação informal: 64.258.
  Taxa de crescimento da população ocupada: 2,5% a.a. Oferta de trabalho: 115 mil./ano.
  Poupança global: 17,5% do PIB.
  Exportações (1995): US$ 352,131 milhões.
  Importações (1995): US$ 656,781 milhões. ICM: R$ 950.829 (mil.).
  Participação em relação ao país: 2,01.
  Principais produtos de exportação: cajú, cera de carnaúba, lagosta, fios de algodão.
  N° de estabelecimentos agropecuários: 324.278.
  Rebanho bovino: 2.621.144 cabeças. Caprinos: 1.115.993. Ovinos: 1.470.335. Avicultura: 10t/mês de frango; 78 milhões de ovos/mês.
Participação no PIB agropecuário: 30%. Suínos: 1.373.179. Pescado: 36.276t.
  Rodovias - Número total: 48.217 (12% pavimentadas). Federais: 2.747km (pouco mais de 10% das estradas da malha estadual). Estaduais: 8.818km, dos quais 3.674,km asfaltadas (49%). Municipais: 38.888km (74,7% da malha rodoviária estadual, apenas 1% pavimentado).
  Distância em linha reta de Fortaleza às principais cidades brasileiras (km): Manaus...................................2.338,0 São Luís.....................................653,5 Recife.........................................627,9 Salvador..................................1.023,4 Belo Horizonte........................1.875,5 Rio de Janeiro.........................2.181,4 São Paulo................................2.360,5 Porto Alegre............................3.204,6 Brasília....................................1.684,2
Distância em linha reta de Fortaleza às principais cidades cearenses (km):
Juazeiro do Norte.......................390,0 Sobral.........................................204,0 Crato...........................................396,0 Itapipoca.....................................121,0 Iguatu..........................................300,0 Quixadá.......................................144,0 Cratéus........................................285,0 Tianguá.......................................275,0 Aracati.........................................122,0
  Frota de veículos (1997): 600.000, aproximadamente, licenciados pelo Detran, 8,9% em relação a 1996. Ranking de Frota: frota 313.430 veículos, Sobral 15.202, Juazeiro 14.917, Crato 8.594, Caucaia 6.995 e Iguatu 6.803. Força Matriz de frota: 349.294 (69,05%) , a gasolina 88.534 (17,5%), a álcool 58.949 (11,65%), e a diesel 9.072 (1,74%), com outros combustíveis, como o gás natural.
  Ferrovias:Extensão total da malha, Rffsa: 1.433km, sendo 738km na linha Norte: (Fortaleza-Teresina), 557km na linha (Fortaleza-Sousa-Paraíba-) ramal de 123km (Crato) e ramal Parangaba ao Porto do Mucuripe, em 15km. Extensão de malha da CBTU (trens suburbanos): Linha Norte: Fortaleza-Caucaia 21km, percorridos em 41 minutos; Linha Sul: Fortaleza-Maracanaú 25 km, percorridos em 46 minutos. Regularidade dos trens suburbanos: 97,7%. Pontualidade: 97%. Rffsa-Ce: 566 funcionários, 44 locomotivas, apenas transporte de cargas (70% de petróleo e álcool, 20% de cimento, 10% de tijolo, ferro, açúcar) e, integrante da malha Nordeste. Novos proprietários: decretada a privatização, venceu a concorrência o Grupo Vicunha
  Aerovias - Aeroportos: 4. Campos de pouso: 70 (apenas 10% homologados pelo Min. da Aeronáutica).
  Portos - Um porto organizado: Mucuripe (Em Fortaleza). Outro em construção iniciada: Pecém. Um pequeno porto: Camocim. Embarque e desembarque em (1997): 3.139.879 ton. Carga geral: 567.788 ton. Granéis sólidos: 736.218 ton. Granéis líquidos: 1.835.870 ton. Produtos mais exportados em 1997: castanha de caju, cera de carnaúba, calçados, couros bovinos, tecidos de algodão. Importação: algodão em pluma, arroz, cimento, farinha de trigo.
  Energia Elétrica: Empresa responsável: COELCE, Cia. De Eletricidade do Ceará, privatizada com o nome de CEGÁS, pelo Grupo Vicunha. Crescimento 1996/96: 8% (Coelce). Atendimento: 85% do Estado. Nº de Consumidores residenciais: 1.158.000. Consumidores residenciais: 85% do total, respondendo por 45% do faturamento. Coelce: 3ª maior receita orçamentária do Estado e maior contribuinte de ICMS. Consumo do Ceará: 4.778,358 Mwh. Consumo de Fortaleza: 51,2% do total no Estado, abrangendo 37% do total dos consumidores. Consumo no Nordeste: 3º lugar. Propriedades rurais atendidas: 55.200. Linhas de transmissão: CHESF - Cia. Hidrelétrica São Francisco, Linhão Banabuiú - Fortaleza, de 180 km, beneficiando 38 municípios. Energias alternativas: energia solar, energia eólica, gás natural. Parque eólico: 3.800 Mwh/ano. Luz fotovoltaica: 200 famílias beneficiadas. Lenha e carvão: 30% da matriz energética do Estado.
  Telecomunicações: Código DDD: Interior: 88. Fortaleza Região Metropolitana: 85. Terminais telefônicos: 470.000 telefones. Celulares: 120.000. Teleceará, lucro líquido 1997: R$ 139,430 milhões. Variação do lucro 1996/97: 37,25%. Lista de espera por instalação telefônica: 111.628 pessoas. Programa de instalação de telefones para 1998: 70 mil terminais. Instalação telefônica em 1997: 125 mil novas linhas. Investimentos em 1997: R$ 170 milhões. Proporção de telefones em 1997: 6,9 terminais para cada 100 habitantes. Valorização (1997) das ações da Teleceará: 371%. Faturamento no ano : R$ 500 milhões.
Saneamento: Esgotos: 10,45% urbano e 0,99 rural, média de 6,85%. Rede com extensão de 683.000m, atendendo uma população de 440.000 habitantes. Abastecimento d'água: 57,63% do contingente urbano, 1,9% rural, média 6,85%. Ligações reais: 536.631. Rede de distribuição: 4.165.496m e volume produzido de 17.818,452m³.
  Educação: Índice de analfabetismo: 37,4% (população de 15 anos para cima). N° de escolas: Estadual: 960 / Municipal: 13.326 / Particular: 2.442. Total: 16.728. Salas de aula: 49.186. População no pré-escolar: 567.537. Ensino Fundamental: 1.406.702. Ensino Médio: 151.473. Supletivo: 83.588. Educação Especial: 5.031. Total: 2.214.321. Ensino Superior: 5 Universidades. População discente: 34.368 alunos. Docentes: 1.685.
Saúde: Leitos para internações: 18.017. (1/380 habitantes). Hospitais e maternidades: 252. Centros de saúde: 395. Postos de saúde: 1.116. Laboratórios: 106. Clínicas: 220. Médicos: 9.494. Dentistas: 2.330. Agentes sanitários: 3.730. Enfermeiros: 12.980.
  Outros dados da Economia:
  Valor do PIB (1997): R$ 18,7 bilhões (Nordeste: R$ 134 bilhões e Brasil: R$862,4 bilhões). Variação do PIB (1996/97): 1,8% segundo a Sudene ou 3,55% de acordo com o Iplance. (Nordeste: 5,8% e Brasil: 3%). PIB Per Capita: R$ 3,0 millhões. PIB da Agropecuária: 998 milhões (-13,48%). PIB da Indústria: 4,87 bilhões (9,90%). PIB de Serviços: 3,88 bilhões (3,51%). Orçamento Estadual: R$ 4, 8 bilhões (para 1998). População economicamente ativa: 3.173.156. Poupança global: 17,5% do PIB. Exportações (1996): US$ 380.434. Até setembro (1997): US$ 263.206. Importações (1996): US$ 813.409. Até setembro (1997): US$ 448.065.ICMS do Estado (1996): R$ 1.182.979.372., de (1997): R$ 1.245.002.974. Receita líquida: R$ 1,3 blhões (1996) e R$ 1,280 bilhões (1997). Fundo de participação do Estado: R$ 60 milhões/mês. Receita de privatização da COELCE: R$ 500 milhões. Dívida atual do Estado: R$ 1,9 bilhões/ano (amortização anual de R$ 200 milhões, juros de 5% a.a Pagamento do funcionalismo: 60,8% de receita líquida. Nº de estabelecimentos agropecuários: 324.278. Rebanho bovino: 2.621.144 cabeças. Caprinos: 1.115.993. Ovinos: 1.470.335. Avicultura: 10 neladas ao mês de franfo; 78 milhões de ovos/mês: participação no PIB agropecuário: 30%. Suínos: 1.373.179. Pescado: 36.276 toneladas.
  Outros indicadores sociais:

  Em 1996, cerca de 35,9 % da população cearense encontravam-se na faixa etária até 4 anos e apenas 5,8 % situavam-se na faixa com mais de 64 anos. A taxa de mortalidade infantil, em 1996, foi de 46 mortes por mil nascidos vivos. A taxa de analfabetismo (com mais de 7 anos) foi de 31,7% .

OEP TECNOLOGIA LTDA
©2000-2008 - Todos os direitos reservados.
Fortaleza |